| Telefone: (91) 3222-8742
email

Ampep apóia mobilização contra PEC 37

Membros da diretoria e associados da Associação do Ministério Público do Estado do Pará (Ampep) participaram na última quarta-feira, 24, do 1º Simpósio Brasileiro Contra a Impunidade, realizado no auditório do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). O eventou mobilizou mais de 700 participantes, entre membros do Ministério Público e apoiadores da campanha contra a PEC 37/2011, mais conhecida como PEC da Impunidade.

Na primeira parte do dia, o simpósio movimentou o auditório do MPDFT. A abertura foi feita pelo promotor de Justiça Antônio Suxberger, que fez um resgate da tramitação da Proposta na Câmara dos Deputados, desde a sua propositura. Em seguida, o jornalista e advogado Heraldo Pereira, mediador do evento, iniciou a apresentação do tema.

O ministro Ayres de Britto, destacou o papel do MP e sua previsão na Carta Magna. “A PEC37 é um atentado contra a Nação”, destacou em um dos trechos da fala. Já o Senador Randolfe Rodrigues criticou as corporações que defendem a PEC. “Estas corporações precisam refletir sobre os danos desta proposta ao Brasil”.

Outo parlamentar que apoia o MP e que compareceu ao evento foi o deputado Alessandro Molon. Segundo ele, “a PEC 37 caminha no sentindo contrário ao avanço da democracia”. No encerramento da primeira parte do evento, o professor Lênio Streck destacou a importância do evento para impedir a aprovação do que ele chama de “PEC da Insensatez”.

Na segunda parte do Simpósio, as entidades organizadoras CNPG, CONAMP, ANPR, ANPT, AMPDFT, ANMPM e o MPDFT discutiram a continuidade da atuação político-institucional em defesa do poder investigatório do MP e contra a PEC 37. Representantes de outras entidades também manifestaram apoio à mobilização.

Mobilização no Congresso Nacional – No período da tarde, representantes do MP se concentraram em frente à rampa do Congresso Nacional e depois se encontraram com parlamentares. O presidente da Ampep, Samir Tadeu Moraes Dahás Jorge, foi um dos que entregou aos deputados e senadores um documento chamado “Carta de Brasília”, que enumera uma série de apoios recebidos pela campanha “Brasil contra a Impunidade”, bem como atuações e resultados exitosos do parquet brasileiro, a partir da realização de investigações criminais.

Durante a mobilização, o presidente da Câmara dos Deputados, o presidente da Casa, dep. Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) falou com os membros do MP.

Também foi apresentada uma versão parcial do Abaixo-Assinado contra a PEC 37, que recolhe assinaturas físicas, nos diversos estados, e na internet, no endereço www.change.org/PEC37

AMPEP – Assessoria de Imprensa
Com informações dos site da campanha Brasil contra a Impunidade e do do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT)


Publicado em: 25.04.2013