| Telefone: (91) 3222-8742
email

Ampep recebe comenda e entrega premiação

A comemoração do Dia Nacional do Ministério Público (14 de dezembro) deste ano foi marcada com a condecoração da Associação do Ministério Público do Estado do Pará (Ampep) com o Colar do Mérito Institucional do MP paraense. Na manhã da sexta-feira, 12, a entrega foi realizada durante sessão solene do Colégio de Procuradores de Justiça, no auditório Nathanael Farias Leitão, em Belém.

Ainda durante o evento, a Ampep premiou os ganhadores da edição 2014 do Prêmio Procurador de Justiça Artemis Leite da Silva, que busca incentivar o aprimoramento cultural dos membros ministeriais paraenses. A premiação está prevista no artigo 65 do Estatuto da Associação e escolhe anualmente os melhores trabalhos forenses nas áreas cível e criminal apresentados pelos seus associados.

O presidente da Ampep Manoel Murrieta, o vice-presidente Márcio Faria, a diretora cultural e de publicações Patrícia Araújo e o ex-presidente Samir Dahás premiaram os escolhidos. Os trabalhos foram analisados pelas comissões julgadoras seguindo os critérios de forma de apresentação, correção de linguagem e conteúdo jurídico.

Os responsáveis pela avaliação dos trabalhos foram: o jurista Zeno Veloso, o associado Frederico Oliveira e o ex-presidente da Ampep Luiz Ismaelino Valente na categoria cível; e os associados José Rui Barboza e Fábia Mello-Fournier e o ex-presidente da Ampep Clodomir Araújo na área criminal.

  

“Decifra-me ou devoro-te”: com a citação do Enigma da Esfinge, Manoel Murrieta fez um paralelo entre a atuação do Ministério Público e este episódio mitológico. Para ele, o Ministério Público, tem seus desafios e a obrigação de conseguir sobreviver à realidade da vida. “Na verdade, este enigma é saber o que a sociedade espera de nós e o que caberá à nossa instituição tem que enfrentar daqui para frente”, resumiu. Sobre a premiação, afirmou se tratar de um reconhecimento interno aos colegas, que contribuem para que o MP cumpra sua missão e responda ao enigma. 

PARCEIROS – A Ampep também homenageou com certificados quatro instituições que se destacam pela parceria com os membros do Ministério Público e que prestam relevantes serviços à sociedade paraense em diversas áreas. São elas: Instituto Internacional de Educação do Brasil (IEB), Movimento pela Vida (Movida), Instituto Universidade Popular (Unipop) e o projeto Escola de Conselhos do Pará, da Universidade Federal do Pará (UFPa).

Representaram as homenageadas o gerente do IEB, Manuel Amaral, a fundadora do Movida, Iranildes Russo, o coordenador da Unipop, Max André Costa e o coordenador da Escola de Conselho, Salomão Hage. “Este ano buscamos inovar e não só convidar as entidades para o ‘aniversário do Ministério Público’. Quisemos parabeniza-las pela realidade que o MP está vivendo graças a tantos auxílios que nos são prestados”, disse Manoel Murrieta sobre a honraria concedida aos parceiros. 

Conheça os premiados com o Artemis Leite da Silva:

CATEGORIA CÍVEL

1º lugar: Daniel Henrique Queiroz de Azevedo – Ação Civil Pública ambiental

2º lugar: Maria da Penha de Mattos Buchacra Araújo – Ação Civil Pública com pedido de liminar

CATEGORIA CRIMINAL

1º lugar: Carlos Stilianidi Garcia – Mandado de Segurança com pedido de liminar

2º lugar: Cândida de Jesus Ribeiro do Nascimento – Contrarrazões de Recurso Especial Criminal


AMPEP – Assessoria de Imprensa


Publicado em: 19.12.2014