E-mail e Telefone

| Telefone: (91) 3225-0814
email

MPPA empossa componentes da CGMP e CSMP

Foi realizada na segunda-feira (9), no auditório Nathanael Farias Leitão, sessão solene do Colégio de Procuradores de Justiça na qual foram empossados em cargos da Corregedoria-Geral do Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) os Procuradores de Justiça Almerindo José Cardoso Leitão (Corregedor-Geral) e Jorge de Mendonça Rocha (2º Subcorregedor-Geral). O presidente da Associação do Ministério Público do Estado do Pará (Ampep), Manoel Murrieta, prestigiou o evento.

Na ocasião também foram empossados como membros do Conselho Superior do Ministério Público do Estado do Pará os Procuradores de Justiça Rosa Maria Carvalho, Francisco Barbosa de Oliveira, Cândida de Jesus Ribeiro e Maria do Socorro Martins Carvalho Mendo. Os suplentes Luiz César Tavares Bibas, Hezedequias Mesquita da Costa e Maria da Conceição Gomes de Sousa também tomaram posse.

A Corregedoria-Geral do Ministério Público é o órgão orientador e fiscalizador das atividades funcionais e da conduta dos membros do Ministério Público. O corregedor tem mandato de dois anos e é escolhido pelo Colégio de Procuradores entre seus integrantes. Leitão foi eleito com 28 votos a favor, dois brancos e uma abstenção. Em seu discurso, o novo corregedor iniciou poetizando: "Existem dias bons e existem dias melhores ainda; nesta noite, a realidade parece inacreditável". Para ele, a conduta dos agentes públicos deve ser ilibada e sempre voltada para servir bem a sociedade. “O erro acontece de vários modos, mas existe apenas uma maneira de ser correto. A Corregedoria orienta e busca garantir a honra institucional, respeitando as prerrogativas necessárias para o bom exercício", concluiu Leitão.

O ex corregedor Adélio Mendes fez um breve histórico de seus dois mandatos consecutivos, agradecendo os parceiros durante a jornada. “As responsabilidades são muitas e o tempo é curto. Portanto, encaramos com sobriedade, sem deixar para depois qualquer coisa que seja. A classe e a sociedade esperam de nós respostas imediatas, com decisões acertadas”, afirmou Mendes.

O Conselho Superior do Ministério Público do Pará é um dos órgãos que compõem a Administração Superior da Instituição. Ele é constituído de sete conselheiros, sendo atualmente cinco membros efetivos, que corresponde a um sexto do número de Procuradores de Justiça, e dois membros natos que são o Procurador-Geral de Justiça e o Corregedor-Geral. Falando em nome dos empossados, Rosa Carvalho destacou as diversas funções do colegiado e relembrou o trabalho tenaz desenvolvido do biênio passado. Alguns números mostrados por Carvalho foram: 48 sessões ordinárias, 18 sessões extraordinária, 1500 processos distribuídos, oito resoluções aprovadas e abertura de 111 editais de certames.

O ciclo da vida se renova sempre. Esta foi a principal mensagem deixada no discurso do procurador-geral de justiça Marcos Neves. “O horizonte serve para que continuemos caminhando e o Ministério Público continuará caminhando com passos longos e firmes, construindo uma instituição que se renova a cada dia. Os desafios são diários, mas o que seria do mundo sem as dificuldades? O desafio está lançado e a jornada de vocês começa hoje”, disse o chefe do MPPA aos empossados.

Para Murrieta, o espírito de mudança é a chama que deve mover os integrantes de todas as instituições; mudar para o bem, para humanizar, ajudar, fortalecer e unir todos esses conceitos em prol do espírito de servir. Desejou temperança aos novos componentes da Corregedoria e reconheceu o grande trabalho feito por Adélio Mendes durante sua gestão. Aos novos conselheiros, disse esperar que permaneçam trabalhando por um MP melhor. “Hoje um ano se inicia, novos mandatos se iniciam… E este é um ano que nos preocupa pelos desafios que o Parquet irá enfrentar nos quesitos das prerrogativas, independência institucional e diversas ameaças. Mas eu afirmo que esses problemas não acabam com a festa e sim reforçam a alegria de enfrentar tais desafios”, garantiu Murrieta.

Confira mais fotos do evento:


AMPEP – Assessoria de Imprensa
Com informações da Assessoria de Comunicação do MPPA
 


Publicado em: 10.01.2017