E-mail e Telefone

| Telefone: (91) 3225-0814
email

Nota de Desagravo – PJ Magdalena Torres

NOTA DE DESAGRAVO

A Associação do Ministério Público do Estado do Pará (AMPEP) vem a público demonstrar seu total apoio e desagravar a associada Magdalena Torres Teixeira, promotora de justiça titular de Dom Eliseu. Esta Associação repudia as inverídicas acusações feitas em nota publicada pela defesa do advogado Adriano Sousa Magalhães.

A associada esclarece que as denúncias impetradas contra o advogado foram baseadas na acusação de crime de estelionato. Falsificação de documentos, falsificação de documento particular, falsidade ideológica e uso de documento falso foram outras das irregularidades encontradas pela promotora após intensas investigações. Magdalena Teixeira relata que falsificação era extremamente evidente e chamou a atenção de todos os magistrados. 

Cabe frisar que o advogado já foi denunciado por outros membros do Ministério Público em situações diversas e por outros crimes. Além disso, acusações e ameaças contra a associada também estão sendo feitas em outros meios de comunicação, inclusive envolvendo uma servidora do Ministério Público.

Esta Associação reafirma o seu compromisso em defender as prerrogativas dos membros do Ministério Público. Repelimos e combatemos quaisquer interferências ou iniciativas difamatórias. Intimidações e tentativas de difamar a imagem do Parquet e de seus membros não serão toleradas. Conhecedores dos atributos morais e profissionais da desagravada, os Diretores da Ampep asseguram que as tentativas de macular a atuação institucional da associada não alcançarão o fim predeterminado.

Por fim, esta entidade classista informa que estará prestando total apoio à associada, inclusive garantindo medidas judiciais, caso se façam necessárias.

A Diretoria


Publicado em: 01.04.2016