E-mail e Telefone

| Telefone: (91) 3225-0814
email

Nota de Desagravo – PJ Maria Cláudia Gadelha

NOTA DE DESAGRAVO

A Associação do Ministério Público do Estado do Pará (Ampep) vem a público desagravar a associada Maria Cláudia Vitorino Gadelha, promotora de justiça Ulianópolis. A Ampep repudia veementemente as acusações feitas no blog do jornalista Evandro Corrêa, em postagem feita no dia 16 de abril de 2015.

Maria Cláudia Vitorino Gadelha foi acusada de faltar injustificadamente a uma audiência na justiça a respeito do processo que move contra o jornalista. A Ampep apurou o ocorrido e chegou à conclusão de que houve falha de comunicação e a associada não foi informada da audiência marcada. Entretetanto, nesse dia, a associada estava desempenhando suas funções normalmente na Promotoria de Ulianópolis, inclusive, realizando atendimentos à população e audiências, diferentemente do que afirma o jornalista Evandro Corrêa.

Esta Associação manifesta total apoio à integrante do Ministério Público paraense em questão e reafirma que a sua conduta é compatível com os preceitos que devem orientar suas atuações funcionais. A assessoria jurídica da Ampep irá ajuizar novamente a ação para dar procedimento ao caso.

A Diretoria 


Publicado em: 22.04.2015