AMPEP

Notcias

Home / Notcias / Nota de Desagravo - PJ Svio Ramon

Nota de Desagravo - PJ Svio Ramon

Data: 25/08/2018

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Associação do Ministério Público do Estado do Pará (AMPEP) vem a público prestar esclarecimentos a respeito do caso do associado Sávio Ramon Batista da Silva, promotor de justiça em Jacundá. A Entidade Integrada dos Delegados de Polícia do Pará (Assindelp) divulgou por meio das redes sociais nota acusando o associado de ter agido de maneira “injustificada e açodada” ao solicitar o afastamento do delegado Sérgio Máximo dos Santos, durante o período eleitoral.

Na ação cautelar proposta na última sexta-feira (24), o associado explica que o pedido só foi feito pois o delegado é presidente do diretório municipal do partido Podemos. Com essa descoberta a Promotoria da 69ª Zona Eleitoral indagou se o delegado iria se afastar de suas funções da polícia durante as eleições. Diante de sua resposta negativa, alegando estar na função há muito tempo e de sempre ter agido de maneira imparcial, foi requerido o seu afastamento por meio de ação.

Acrescentamos que além do pedido de afastamento, o promotor solicitou ainda que o delegado seja proibido frequentar as dependências da unidade policial, bem como ter acesso aos procedimentos policiais enquanto durar o afastamento. Cabe frisar que antes da ação ser impetrada, o associado acionou ainda a Corregedoria da Polícia Civil do interior, que não deu nenhum posicionamento.

Por fim, esta entidade classista informa que está prestando total apoio à associada, inclusive garantindo medidas judiciais, caso se façam necessárias. Reafirmamos o compromisso com a defesa das prerrogativas de seus associados e repudia atitudes que atentem contra o exercício dos membros ministeriais.

A Diretoria